Brasil busca produzir de maneira sustentável afirma o ministro da Agricultura

A produção de alimentos de maneira sustentável é uma das busca que o país anda fazendo, disse Blairo Maggi, ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, durante o Fórum Global para Alimentação e a Agricultura.

O evento realizado em Berlim na Alemanha teve como tema do debate a produção com soluções sustentáveis de alimentos até o ano de 2030 onde a população segundo previsão da Organização das Nações Unidas, será de mais de um milhão de pessoas.

O ministro disse que o exemplo do Brasil é inovador, e junto à produção e sustentabilidade, poderá diminuir os efeitos do aquecimento e conservação da biodiversidade, além de ser uma grande contribuição na segurança alimentar e na qualidade de vida.

A legislação ambiental no Brasil estabelece regras distintas para a atividade de agropecuária, incluindo as áreas de proteção ambiental que inclui rios, encostas e topos de morro. Maggi afirma que a legislação ambiental é uma das mais rígidas e exigentes, em especial para os produtores rurais.

O intenso uso da tecnologia da agropecuária do país colabora no aumento da produção e diminuição das áreas destinadas ao setor, destacou o ministro em um discurso.  “O rebanho no país cresceu 145 milhões em 1990 para 218 milhões no ano passado, com uma redução da área de pasto no período de 188 milhões de hectares para 167 milhões”.

Em relação à agricultura, o ministro disse que o resultado foi mais considerável, com o aumento na produção de grãos, nos últimos 40 anos que alcançou 386%, com um crescimento de área de apenas 33%. A utilização das tecnologias e da inovação no ambiente quente colaborou em um plantio de duas safras ao ano com uma fixação biológica de nitrogênio e o plantio direto, ressalta Maggi.“Existem campanhas mal-intencionadas de competidores não suficientes tentando desabonar a mais vitoriosa trajetória de um país de clima tropical, no mercado agropecuário internacional”.

Para a agricultura de o país continuar com um bom desempenho, na produção de alimentos, fibras e energia é necessário para a melhora da produtividade a adoção de tecnologias modernas que garante um produto de qualidade com redução de custos de produção.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *