Em 2048 o volume de raios no estado de São Paulo irá aumentar 80%, diz Inpe

Um estudo realizado pelo Inpe – “Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais”, estimou que haverá um aumento de 80% na quantidade de raios que irão incidir sobre o estado de São Paulo nas próximas três décadas. Essa média atualmente é de 700 mil incidências de raios por ano sobre o estado de São Paulo. Segundo um artigo divulgado na “American Journal of Climate Change”, uma mudança nos padrões climáticos do estado de São Paulo influencia para o surgimento cada vez maior de descargas elétricas.

A pesquisadora Ana Paula Santos, explicou que os movimentos ascendentes e os descendentes do ar, aliados ao granizo e aos cristais de gelo que formam as nuvens, entram em conflito fazendo com que eles se choquem. Esse choque entre os elementos causa das descargas elétricas. Segundo ela, os raios estão atrelados a formação do cumulonimbus, que são grandes nuvens de formações no desenvolvimento vertical.

Para a realização do estudo do Inpe, os pesquisadores buscaram se projetar em dados do IPCC – Painel Intergovernamental para a Mudança de Clima, que consideram vários fatores no levantamento dos dados, dentre eles: TSM – “Temperatura de Superfície do Mar” e variação ômega, que está diretamente ligado a formação de nuvens e são os maiores indicadores para determinar concentração de atividades elétrica.

O coautor do estudo, Osmar Pinto Junior, e também participante do Grupo de Eletricidade Atmosférica que compõe o Inpe, revelou que o estudo é pioneiro no quesito identificação quantitativa de um aumento em relação a incidência de raios em todo o estado de São Paulo. Osmar ainda afirma que o diferencial feito neste novo trabalho está em uma nova metodologia desenvolvida para alcançar projeções que visam o futuro do clima. Ele também afirmou que novos estudos estão sendo realizados para compreender melhor essas incidências e ainda prever outras que poderão surgir nos próximos anos.

Para o estudo, os pesquisadores também consideram um outro estudo considerado um pilar sobre os padrões climáticos que influenciam a formação de raios no estado de São Paulo.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *