Motoristas que usam celular ao volante podem dirigir por até 62 metros sem prestar atenção

Resultado de imagem para Motoristas que usam celular ao volante podem dirigir por até 62 metros sem prestar atenção

Uma mão no volante, e a outra com o celular, isso já virou hábito de muitos motoristas. Uma olhada rápida e alguns segundos digitando são o suficiente para colocar o indivíduo em uma situação de risco. Essas cenas são ainda mais frequentes nos engarrafamentos das grandes cidades, onde o motorista pega o celular enquanto espera os carros saírem.

Em testes com motoristas o Centro de Experimentação e Segurança Viária – CESVI Brasil, calculou o tempo de desatenção ao volante que o motorista sofre ao dar aquela olhadinha rápida no celular. Na pesquisa, teve motorista que ficou até quatro segundos e meio olhando só para o celular, o que quer dizer que ele dirigiu 62 metros sem prestar atenção na direção.

Parece pouco, mas dirigir 62 metros sem prestar a devida atenção ao volante é o suficiente para causar uma série de acidentes de trânsito. “Nesse período é possível acontecer muitos tipos de acidentes. Pode ter um ciclista, um pedestre, um carro ou um caminhão a poucos metros de distância, que acabará sofrendo as consequências desse motorista negligente”, disse Cláudio Guilherme, especialista em direção segura.

Se um motorista que está dirigindo a 100 km/h se distrair com um celular e tiver que frear no susto, os passageiros e ele próprio poderão sofrer até mesmo ferimentos graves, como traumas neurológicos por causa da freada brusca.

Para quem nunca quer se separar do celular até mesmo na hora de dirigir, fica o alerta: “O celular pode ser uma arma para quem dirige, pois, uma olhadinha rápida nele pode matar mais de uma vida”, disse Cláudio.

O especialista reforça que os motoristas se conscientizam e adotem uma direção mais segura para a sua segurança e de todos os outros figurantes que compõem o trânsito, como os demais motoristas, ciclistas e pedestres. É responsabilidade do motorista se manter dentro das leis de trânsito e zelar pela segurança de todos que estão a sua volta.

Como medida de segurança, para quem é viciado no celular, ele deve ser desligado durante o percurso e só deve ser ligado quando o motorista chegar até o seu destino. O especialista conta que para casos menos radicais, os dados móveis dos dispositivos podem ser desativados enquanto o motorista faz a viagem, assim ele ainda poderá receber ou fazer ligações em casos de emergências. Mas lembrando, ao ligar ou receber uma ligação é preciso parar o carro para falar ao celular.

Se o motorista está dirigindo com algum passageiro, uma outra opção é pedir para que o passageiro verifique o celular e faça o que tiver que ser feito para que o motorista não perca a atenção com o trânsito. O importante mesmo é entender que esse simples gesto de desatenção no trânsito é muito perigoso.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *