Conheça mais sobre a trajetória de sucesso de Cassio Audi da banda Viper

O grupo Viper tem suas origens na região de Santa Cecília, em São Paulo, local em que Pit Passarell, Yves Passarell e Felipe Machado começaram a se interessar por música e aprenderam seus primeiros acordes de baixo e guitarra. Assim que tiveram a ideia de formar uma banda, os três adolescentes escolheram outros nomes a princípio, como Pruckles, Dragon e Rock Migration, até finalmente optarem por Viper.

Enquanto ainda eram conhecidos como Rock Migration, o grupo fez as suas primeiras apresentações, utilizando os cachês recebidos para comprar novos instrumentos musicais. Contudo, a banda enfrentava alguns problemas na tentativa de encontrar um baterista que se encaixasse ao estilo do grupo. Durante alguns meses, Markus Kleine tocou no Viper, mas apenas temporariamente, sendo logo depois substituído de forma definitiva por Cassio Audi.

No início dos anos 80, a banda marcou presença em um grande festival de talentos, o maior evento da história do Viper até então. Em sua apresentação, o grupo escolheu cantar a canção de autoria própria, “H. R.”, e também o cover de “Paranoid”, sucesso do Black Sabath, o bastante para superar várias concorrentes e terminar o festival em terceiro lugar. Logo em seguida, o grupo ganhou mais um membro, o vocalista Andre Matos, que se juntou a formação anterior do Viper, da qual já faziam parte Cassio Audi, Felipe Machado, Pit Passarell e Yves Passarell.

No ano seguinte, a banda assinou contrato com a Rock Brigade e começou a desenvolver o seu primeiro CD, lançado em 1987 com o nome de “Soldiers of Sunrise”. Os grandes sucessos desse álbum foram as canções “Wings of the Evil”, “The Whipper” e “Knights of Destruction”, que foram compostas com a influência de nomes de peso do metal como Judas Priest e Iron Maiden, as quais podiam ser identificadas nas músicas do Viper.

A música “The Whipper” foi um dos primeiros sucessos instantâneos do grupo, que contagiou os fãs do Viper com um refrão bem elaborado e acordes sonoros do baixo e especialmente da bateria de Cassio Audi. Com o seu álbum de estreia, a banda conquistou o público de heavy metal brasileiro, o que resultou em um imenso sucesso comercial que ultrapassou as expectativas da gravadora e alavancou o grupo para um novo patamar. O reconhecimento foi tanto que, em pouco tempo, o Viper assinou contrato com uma gravadora ainda maior, chamada El Dourado.

Em questão de alguns anos o Viper já havia conquistado um grande número de fãs internacionais, principalmente em países europeus e no Japão. Em solo japonês, o grupo chegou a realizar uma turnê e bateu recordes importantes ao vender um número superior de cópias que grandes bandas como Van Halen e Nirvana. Paralelamente, Cassio Audi, Felipe Machado, Andre Matos, Pit Passarell e Yves Passarell também ganhavam fama no Brasil e se estabeleciam entre as principais bandas nacionais de heavy metal.

Em retrospectiva, um dos grandes diferenciais da banda Viper foi a força da bateria de Cassio Audi e os vocais de Andre Matos, que hipnotizaram o público e deram mais vida e personalidade as canções do grupo.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *