Governo desperdiça 2 bilhões de reais todos os anos com aluguéis de imóveis

Image result for desperdicio de dinheiro

Mesmo com a crise ainda batendo na porta dos brasileiros, o governo continua jogando dinheiro fora com aluguéis de prédios públicos. São quase 2 bilhões de reais todos os anos gastos com aluguéis, e para piorar a situação, o governo possui 18 mil imóveis que permanecem fechados e inutilizados.

O atual governo só fala em cortes de gastos e reajustes, mas se esquece dos gastos mais desnecessários que deveriam ser cortados. Enquanto isso, a população sofre com cortes de benefícios indispensáveis como aposentadoria e aumento nos impostos dos produtos mais utilizados, como os alimentos.

O prédio da Procuradoria Geral da Fazenda Nacional – PGFN, custa 19,7 milhões de reais todos os anos para o bolso da União. Próximo a esse prédio, está a propriedade alugada que funciona a Defensoria Pública da União – DPU, considerado um dos melhores prédios da região. O custo para manter esse aluguel é de 15,1 milhões de reais por ano. A União mantém os contratos mais caros e a maioria dos contratos de locação do país.

No ano passado, a conta de aluguéis pagos pelo governo fechou em 1,7 bilhão de reais. Um pouco menos que o ano de 2015, que teve um fechamento de 1,8 bilhão de reais gastos com contratos de longo prazo em locação de prédios públicos. Esse levantamento foi realizado e divulgado pela Associação de Contas abertas.

O Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil, foi o campeão de gastos com aluguéis de imóveis em Brasília. Somente no mês de março desse ano, foi assinado um contrato de locação de 87 milhões de reais pelo ministro Maurício Quintela, onde funcionará a Secretaria de Aviação Civil e a Secretaria de Portos por um período de 10 anos. No entanto, a administração dessa região afirma que o local alugado só poderá ser usado para acomodar escolas, cinemas, teatros, associações beneficentes, entre outros.

O porquê do governo ter escolhido esse lugar para abrigar um órgão público, ninguém sabe. O assunto virou polêmica, fazendo com que o ministério viesse a público e dissesse que cancelaria o contrato. Segundo o ministério, o imóvel foi alugado somente porque a responsável por fazer esse tipo de planejamento, a Secretaria de Patrimônio, disse que não possui uma imóvel sede.

O mais contraditório disso tudo, é que o governo possui vários imóveis que permanecem desocupados, enquanto continua abrindo novos contratos de locação. Segundo dados da associação, o governo possui 18.091 imóveis inutilizados, que inclui desde residências, a galpões e prédios. Esses gastos são extremamente revoltantes. Enquanto o governo desperdiça dinheiro público com despesas desnecessárias, a população que acorda cedo para trabalhar todos os dias, tem que contar moedas para fazer a compra do mês.

Veja também: Como um país paradisíaco como a Venezuela está falido

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *