Aprenda a declarar os alugueis recebidos no Imposto de Renda 2017

Muitos brasileiros que irão declarar o imposto de renda ainda não sabem como devem declarar os alugueis recebidos dentro do ano de 2016. Essa é uma dúvida muito comum, embora já tenha sido esclarecida ao longo dos anos de arrecadação do imposto de renda. Para esse ano não houve alterações na forma como os alugueis devem ser declarados, no entanto, a seguir está o passo a passo para fazer a declaração corretamente.

O primeiro passo é identificar os aluguéis que foram recolhidos. No caso de aluguéis recebidos de pessoas físicas, o proprietário do imóvel terá de informar todo o valor recebido na declaração, com o recolhimento de imposto mensal que é obrigatório, o Carnê-Leão. Para aluguéis de pessoas físicas menores que 1.903,98 reais ao mês, o Carnê-Leão não deve ser cobrado, ou declarado no imposto de renda.

O imposto mensal varia proporcionalmente ao valor recebido do aluguel, podendo ainda variar de ano para ano. Por isso todos os anos a Receita Federal disponibiliza uma tabela com todos os valores de acordo com cada aluguel para as declarações de 2017, que é referente o ano de 2016. Acesse ao site para verificar o valor de recolhimento do Carnê-Leão.

Para realizar esse recolhimento todos os meses, o proprietário declarante do IRPF deverá ter adotado o programa Carnê-Leão da Receita Federal e já ter feito o recolhimento no ano anterior. Após ter feito isso, o contribuinte só irá precisar preencher os campos necessários com os dados corretos no programa que gera automaticamente a declaração. O proprietário deverá preencher corretamente a ficha de “Rendimentos Tributáveis de PF/Exterior”, e selecionar o ícone “Importar Dados do Carnê-Leão”.

Se por algum motivo os alugueis recebidos de pessoas físicas ao longo do ano de 2015 ficaram isentos dos impostos mensais, o declarante também deverá expressar essa informação na ficha de “Rendimentos Tributáveis Recebidos de PF/Exterior”.

No caso de rendimentos recebidos de pessoa jurídica, devem ser informados em uma ficha com o nome de “Rendimentos Tributáveis Recebidos de Pessoa Jurídica”. O contribuinte ainda deverá acessar o campo “Discriminação” e declarar os valores e informar o nome e o CNPJ da empresa.

Continuando o passo a passo da declaração de aluguéis de pessoas físicas no imposto de renda, o declarante deverá expressar todos os recibos coletados ao longo do ano de 2016 no programa Carnê-Leão. No caso de vários aluguéis coletados de pessoas físicas, o proprietário deverá informar apenas o valor total recebido em cada mês.

Terminado essas etapas o gerador de imposto de renda se encarregará de atribuir os valores para a declaração referente aos ganhos daquele ano. Mais informações sobre como declarar aluguéis, ou outros rendimentos arrecadados ao longo de 2016, poderá ser consultadas no PDF redigido pela Receita Federal para tirar as dúvidas dos contribuintes.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *