Uma ministra a ser lembrada: Luciana Lóssio

nome a ser guardado e lembrado, principalmente no quesito relacionado a conquistas femininas e igualdade; alcançando renome e posição em uma área da qual ainda é majoritariamente masculina, com a competência e capacidade que ninguém pode colocar defeito. Vejamos agora alguns pontos que tornam a ministra uma mulher exemplar e que deverá ser vista como símbolo de igualdade e competência.

Características acadêmicas da Ministra

A ministra tem um currículo vasto e desejável por qualquer pessoa interessada na área direito e política, sendo especialista em Ordem jurídica e Ministério Público, além de ter se especializado em Comportamento Político, através de uma gama de cursos relacionados ao tema. Atualmente, além de ministra, Luciana Lóssio aceitou o convite para ministrar aulas de Pós-graduação em Direito Eleitoral pelo UniCEUB, mesma instituição na qual se graduou. Mas Seu currículo acadêmico não para por aí, ela também se tornou uma personagem relevante no mundo acadêmico, tendo publicado duas produções bibliográficas, sendo elas: “Infidelidade Partidária para cargos majoritários – Análise de um caso concreto” e um artigo presente no livro “Direito Eleitoral em Debate”.

Igualdade de Gêneros e direitos humanos

Não sendo apenas uma acadêmica e ministra exemplar, com grande experiência apesar de nova, a ministra Luciana Lóssio surpreende pelo seu engajamento e esclarecimento social, e isso se confirma pelo fato de que ela foi indicada e veio a fazer parte do Conselho Nacional de Direitos humanos (CNDH) desde 2014, atuando como representante do Conselho Nacional de Justiça.
Demonstrou seu interesse nos assuntos de igualde de gênero, mais especificamente relacionado à questão política, e sobre a importância da presença feminina na política pelo bem da democracia.

Um dos nomes mais importantes

Como dito no início, o nome da ministra deve ser lembrado diante de suas conquistas e importância, sendo um dos principais na área jurídica e do Direito Eleitoral da atualidade. Com experiência de trabalho na área desde quando se formou em 1999 como bacharel em Direito, estando envolvida na área e trabalhando em grandes órgãos desde o início da carreira, e mantendo-se focada e se atualizando com diversos cursos no decorrer do tempo. Foi nomeada a primeira vez como Titular do TSE em 2013 e renomeada em 2015.

Vejamos agora alguns pontos relevantes do histórico de Luciana Lóssio
• Participa do Ibrade e é conselheira do CNDH desde 2014;
• Interessada nos temas de Igualdade de Gênero;
• Atua na área e mantêm se especializando desde 1999;
• É um importante nome acadêmico além de ter feito duas publicações;
• A primeira mulher a conseguir uma vaga de Direito no TSE;
• Se tornou ministra titular em 2013 e conseguiu a recondução em 2015;

Eis que a atual ministra do TSE é uma pessoa admirável e qualificada, merecedora do posto que ocupa, e certamente merece ser assistida de perto. E que Luciana Lóssio seja também vista como símbolo, principalmente para mulheres, para que vejam que tem a mesma capacidade de homens para alcançar qualquer posto, mesmo naqueles que são difundidos erroneamente como masculinos.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *